Print

                                                                                                                                                                                   ciências_ul_azul_v_s-as.png

Nome do grupo

Laboratório de Aplicações Fotovoltaicas e Semiconductores (LAFS)

Integrado no Grupo de Energia Sustentável do Instituto Dom Luiz

Localização

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Campo Grande 1749-016 Lisboa

Instituto

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Membros

João Manuel Serra

António Manuel Barros Vallêra

Jorge Maia Alves

Miguel Centeno Brito

Killian Paulo Lobato

José Almeida Silva

Endereço do site

http://solar.fc.ul.pt/

Pessoa de Contacto (responsável)

João Serra - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.; This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Áreas de interesse

O trabalho desenvolvido pelo LAFS estende-se por três áreas distintas, a nível do desenvolvimento de novos materiais para aplicações fotovoltaicas, a nível da avaliação do potencial solar e modelação de sistemas fotovoltaicos, e no desenvolvimento de projetos de eletrificação remota. 

Pequena descrição de actividades

O LAFS tem competências reconhecidas na área do desenvolvimento de novos materiais para aplicações fotovoltaicas, sendo os seus membros detentores de algumas patentes em processos de crescimento de fitas de silício de baixo custo de alta eficiência. Embora o principal foco da pesquisa sejam as tecnologias ligadas ao silício cristalino, outras fileiras estão também a ser investigadas nomeadamente a das células sensibilizadas por corante (DSC).

No LAFS estão em curso diversas teses de doutoramento sobre (i) novas tecnologias para células solares, (ii) atlas solares para o arquipélago dos Açores, (iii) a análise de longo prazo do desenvolvimento da energia solar fotovoltaica e da mobilidade elétrica e (iv) a avaliação do potencial de energia solar na paisagem urbana, utilizando-se ferramentas de sistemas de informação geográfica.

Na área de eletrificação remota têm sido desenvolvidos projetos de implantação de sistemas PV em países em desenvolvimento. O LAFS tem colaborado em projetos de eletrificação rural em São Tomé e Príncipe e na Guiné-Bissau.

Os membros do LAFS tem ainda responsabilidades de ensino e coordenação em diversos cursos de formação avançada da Faculdade de Ciências Universidade de Lisboa:

(a)          Mestrado Integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente (MIEEA);

(b)          Programa Doutoral FCT em Sistemas Sustentáveis de Energia (MIT-Portugal);

(c)           Programa Doutoral em Energia e Desenvolvimento Sustentável. 

Diversos membros do grupo são co-fundadores da empresa SDSIL, criada para desenvolver e comercializar um processo de crescimento de fitas de silício para aplicações fotovoltaicas.

 

Apresentação no PV@PT2